Solenidade do Sagrado Coração de Jesus acontece na Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e São Cristóvão em Brumado-BA

Por Priscila dos Santos/Pascom Brumado


Postado em 13/06/2021


Solenidade do Sagrado Coração de Jesus acontece na Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e São Cristóvão em Brumado-BA

Foto: Zilmar Santana/Pascom Brumado

No dia 11 de junho de 2021, às 18h, a liturgia fez memória da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus na igreja matriz da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e São Cristóvão em Brumado-BA. Por conta da pandemia da Covid-19, não houve a procissão por algumas ruas do bairro Novo Brumado e nem muitos leigos na assembleia.

Contudo, mesmo em número restrito, os fiéis puderam louvar ao Sagrado Coração de Jesus pelo seu sacrifício oferecido a todos (as) por meio da celebração da santa missa presidida pelo pároco padre Sandro Lima e contou ainda com a presença dos seminaristas do período propedêutico, do seminário São José, atualmente em Brumado-BA.

Nesta mesma noite, antes da celebração eucarística, houve a benção da imagem do Sagrado Coração de Jesus, pois foi a primeira vez utilizada para a devoção dos fiéis. Logo após, o pároco padre Sandro acolheu os fiéis e, em especial, enfatizou a presença do Apostolado da Oração. Depois disso, a momento seguiu seu roteiro litúrgico: Os 11, 1.3-4.8c-9; Is 12, 2-6; Ef 3, 8-12. 14-19 e Jo 19, 31-37.

Após a proclamação do evangelho segundo João, o pároco padre Sandro iniciou a homilia com o cântico “O meu coração é só de Jesus, a minha alegria é a santa Cruz”. A partir desse trecho, ele saudou a todos os presentes e aos que acompanhavam em suas casas, igrejas domésticas, através da transmissão feita pelas redes sociais das paróquias de Brumado-BA. E, em seguida, questionou, enquanto batizados, devemos realizar a pergunta: “como está o meu coração?”

Esta solenidade nos convida a reconhecermos a imensa misericórdia de Deus por cada um de nós, recordou padre Sandro. Mais adiante, o sacerdote salientou que o Senhor se dá a nós para o fortalecimento da nossa fé e quem faz a experiência de Cristo, quanto mais se aproxima, mais tem sede da sua presença.

Citou também um pedido: que esta solenidade nos ajude a sermos discípulos missionários e para finalizar a homilia, interrogou: enquanto imagem e semelhança de Deus, o que eu demonstro para o próximo? Ao encerrar, lembrou da simbologia da imagem do Sagrado Coração de Jesus, enquanto àquele que nos ama e nos dá a vida. Depois, houve a continuidade da celebração, também o rito solene da entrega de uma das insígnias, parte da espiritualidade do apostolado da Oração, à algumas integrantes do Apostolado e a consagração ao coração de Jesus.

O pároco padre Sandro lembrou a espiritualidade do Apostolado da Oração. Em clima de gratidão à Deus, Maria Virgem, representante do Apostolado da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e São Cristóvão e Érica Gomes, da Paróquia Bom Jesus, encaminharam alguns comunicados e agradeceram a todos (as) pela participação. Por fim, o pároco padre Sandro deu a benção final, recordou a celebração posterior, do Imaculado Coração de Maria, e rendeu graças ao Sagrado Coração de Jesus pelo seu amor por cada um.