Comunidade brumadense festeja São Sebastião

Por Liliane Leite / PASCOM Brumado


Postado em 21/01/2021


Comunidade brumadense festeja São Sebastião

Foto: Natielle Lima / PASCOM Brumado

De 17 a 20 de janeiro os fiéis brumadenses renderam louvores a São Sebastião, mártir da Igreja e padroeiro da comunidade Matriz do Bom Jesus, em Brumado, Bahia.

Alicerçados pelo tema central “Igreja: comunidade de discípulos missionários em estado permanente de missão”, foi realizado o tríduo festivo, refletindo sobre o anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, o olhar dos discípulos missionários, e a igreja em missão.

No dia 20, dedicado ao padroeiro, aconteceu a alvorada festiva às 06h. Ao meio-dia, oração do Ângelus em família, e às 18h, celebração eucarística presidida pelo pároco Padre Cleonidio Silva e concelebrada pelo Padre Sandro Lima e Monsenhor Alex Barbosa.

Diferentemente dos anos anteriores, poucas pessoas puderam acompanhar presencialmente as celebrações por causa das restrições impostas pela pandemia da covid-19. No entanto, mesmo com pequeno público presente, a festa de São Sebastião foi realizada com muita fé e alegria, sendo transmitida pelas redes sociais das paróquias de Brumado e também através da Rádio Nova Vida FM 87,9.

Na missa festiva, Padre Cleonidio, em sua homilia, recordou que em outros anos todos estariam reunidos na praça festejando o nosso padroeiro. Refletiu sobre o atual momento histórico e social e as condições econômicas advindas da pandemia, lembrando os milhares de mortos no Brasil e no mundo. Porém, conforme destacou, “somos cristãos e somos teimosos. Somos perseverantes, somos firmes, não desistimos e não queremos desanimar, mas queremos carregar conosco uma marca, que é marca da fraternidade, a marca da solidariedade e o anseio de justiça que não pode faltar na vida de todos e de cada um de nós, porque foi a marca de Cristo, e nós imprimimos em nós, ou seja, cada cristão imprime em si a marca de Cristo, aquilo que fez São Sebastião.”

Ressaltou que celebramos essa festa lembrando a grandeza de São Sebastião, um homem que viveu em um momento difícil na vida da Igreja, pois era tempo de perseguição liderada por Diocleciano, imperador romano. Entretanto, São Sebastião preferiu enfrentar a morte do que negar a Cristo.

Finalizou a sua homilia enfatizando sobre o espírito de coragem que o próprio Cristo cobra de nós no Evangelho, para que não tenhamos medo e sejamos fiéis ao nosso Deus, pois ele não nos abandona de forma nenhuma e tem um grande amor por nós.

Encerrando o momento festivo, foram feitos os agradecimentos a todos os que acompanharam as celebrações, seja de forma presencial ou remota e a todos os que colaboraram de alguma forma.

São Sebastião, mártir da igreja, protetor da humanidade contra a fome, a peste e a guerra, rogai por nós!